AGÊNCIA NACIONAL DE MINERAÇÃO

Thaís Nunes - 21 março de 2018

O COMIN-FIESP - Comitê da Cadeia Produtiva da Mineração da FIESP, que atua em prol da indústria paulista de mineração, promoveu ontem (15/03), na sede da ABCP - Associação Brasileira de Cimento Portland uma reunião com os representantes de entidades da cadeia produtiva da mineração a fim de atualizar os associados quanto ao cenário atual da mineração brasileira.

Apresentação, perspectivas e pontos de atenção (Foto: Thais Nunes)

Dentre os convidados estava Victor Froner Bicca, diretor-geral do DNPM - Departamento Nacional de Produção Mineral, que falou sobre a transição do DNPM para a ANM – Agência Nacional de Mineração. “Após 84 anos de existência do DNPM está claro para o setor e a sociedade que o modelo estava exaurido. Precisamos de um novo”, afirmou Bicca durante a apresentação das mudanças e projeções para este ano.

De acordo com Bicca, o governo assumiu o compromisso de revitalizar o setor que tem a mesma regulamentação desde 1967 e o primeiro passo se deu através da Lei n° 13.575/2017, decorrente da Medida Provisória nº 791/2017, que extingue o DNPM e cria a ANM. As opiniões estão divididas quanto à efetiva existência da ANM, o que é natural em um período de transição. Segundo o diretor-geral do DNPM, “enquanto não implantarem a agência viveremos com essa dualidade”. “Agora, isso não pode se estender por muito tempo devido à insegurança jurídica”, ressaltou.

O regulamento que viabiliza a ANM deverá ser aprovado em decreto do Presidente da República, Michel Temer, no qual será definida sua estrutura regimental. Neste contexto o prazo para aprovação vence em junho deste ano, caso não seja aprovado dentro deste prazo o setor permanecerá diante da insegurança jurídica que inviabiliza o pleno desenvolvimento do setor mineral em todo o país.

FIQUE POR DENTRO

Inscreva-se na nossa Newsletter e receba as principais notícias de mineração!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MEDIDA PROVISÓRIA 790/2017

Diretor Geral do DNPM afirma que continuidade da revitalização poderá vir através da Regulamentação do Código de Mineração
Ler Matéria

CÂMARA TÉCNICA DE MINERAÇÃO DA CETESB

Setor produtivo está preocupado com a majoração das taxas promovidas pelo Decreto Estadual 62.973 / 2017
Ler Matéria

NOVAS REGRAS PARA CFEM

O segmento de construção civil pleiteou e a alíquota foi reduzida para 1%
Ler Matéria

AMAVALES PATROCINA ÁLBUM COMEMORATIVO

A iniciativa visa preservar a riqueza histórica e cultural dos imigrantes japoneses da região do Vale do Ribeira
Ler Matéria

FALE CONOSCO

ENDEREÇO

Rua Santa Cruz, 838

TELEFONE

(11) 5081-5454